Diante do aumento da procura por itens à base de álcool, Anvisa orienta sobre produtos que ajudam na prevenção da disseminação do novo coronavírus.

A Anvisa publicou, na quinta-feira (23/4), a Nota Técnica 26/2020, que traz uma série de recomendações sobre produtos saneantes que podem substituir o álcool 70% na desinfecção de objetos e superfícies durante a pandemia da Covid-19.

O objetivo da divulgação é fornecer alternativas ao uso de produtos à base de álcool, diante do aumento da procura por esses itens no mercado.

O conteúdo da NT 26/2020 foi atualizado pela Nota Técnica 47.

De acordo com a Agência, estudos mostram que desinfetantes domésticos comuns, incluindo sabão ou uma solução diluída de alvejante, podem desativar o coronavírus em superfícies, uma vez que o vírus tem uma camada protetora de gordura que é destruída por esses produtos.

Recomendações

Na maioria dos casos, os desinfetantes levam de cinco a dez minutos de contato para inativar microrganismos. Após a aplicação do produto, é necessário esperar esse tempo para que ele faça efeito. Portanto, não é recomendada a limpeza imediata da superfície logo após o uso do desinfetante, dando o prazo suficiente para a destruição do vírus.

Confira abaixo a relação de produtos alternativos ao álcool 70% e que podem ser utilizados para desinfecção de objetos e superfícies:  (informações atualizadas pela NT 47)

  • Hipoclorito de sódio a 0.1% (concentração recomendada pela OMS)
  • Alvejantes contendo hipoclorito (de sódio, de cálcio) a 0,1%
  • Dicloroisocianurato de sódio (concentração de 1,000 ppm de cloro ativo)
  • Iodopovidona (1%)
  • Peróxido de hidrogênio 0.5%
  • Ácido peracético 0,5%
  • Quaternários de amônio, por exemplo, o Cloreto de Benzalcônio 0.05%
  • Compostos fenólicos
  • Desinfetantes de uso geral aprovados pela Anvisa

Segundo as informações da nota, o uso de toalhas com desinfetante é útil para a limpeza, mas como a superfície higienizada não permanece molhada por mais do que alguns segundos, provavelmente essas toalhas não são muito úteis contra o coronavírus. Ainda de acordo com as orientações, não devem ser usados os seguintes materiais e equipamentos para desinfecção de superfícies e objetos: vassouras e esfregões secos; nebulizadores e termonebulizadores; frascos de spray com propelente.

Água sanitária e alvejantes

A água sanitária e os alvejantes comuns podem ser diluídos para desinfetar pisos e outras superfícies (com tempo de contato de 10 minutos). Lembre-se de que esses produtos podem deixar manchas em alguns materiais. Confira abaixo a diluição recomendada, sendo que a solução deve ser usada imediatamente, pois é desativada pela luz:

  • água sanitária: diluir duas colheres e meia de sopa de água sanitária em 1L de água  (informação atualizada pela NT 47)
  • alvejante comum: diluir duas colheres de sopa de alvejante em 1L de água (informação atualizada pela NT 47).

Confira na íntegra as informações da Nota Técnica 47, que traz também orientações sobre vantagens e efeitos adversos relacionados ao uso dos produtos.

Quer saber as notícias da Anvisa em primeira mão? Siga-nos no Twitter @anvisa_oficial, Facebook @AnvisaOficial, Instagram @anvisaoficial e YouTube @anvisaoficial

Fonte: Saneantes substituem álcool gel no combate à Covid-19. Ministério da Saúde, 2020. Disponível em: <https://www.gov.br/anvisa/pt-br/assuntos/noticias-anvisa/2020/saneantes-substituem-alcool-gel-no-combate-a-covid-19>. Acessado em 19 de novembro de 2020.

Deixe um comentário